Livraria 18 de Abril

Register for free | Sign in

Atenção divina

   

Deus, nosso Pai, tem formas simples e eficazes para nos auxiliar.

Aqui, serve-Se do vento para levar uma mensagem a quem necessite.

Acolá, utiliza uma mente disposta a servir, para ouvir o clamor de um enfermo, e atendê-lo.

Envia a chuva a espaços regulares, programa as tempestades para a melhoria da atmosfera, estabelece o ciclo das estações.

Serve-Se das asas dos pássaros e dos insetos, bem como da brisa mansa para a fecundação de diversas espécies vegetais.

Por vezes, um descuido de alguém passa a se constituir no atendimento Divino.

Assim foi o que ocorreu certa vez com um viajante que, por ser inexperiente, perdeu-se em imenso deserto.

Quase a morrer de fome e sede, avistou uma palmeira. À sua sombra encontrou uma fonte de água pura e fresca, com a qual aplacou a sede.

Mas a fome ainda o magoava. Descansando o corpo, recostando-se na árvore, encontrou um pequenino saco de couro.

Pensando que dentro dele encontraria algo para comer, talvez algumas ervilhas ou pequenos pedaços de carne, o homem abriu o saquinho com rapidez.

Grande foi seu desapontamento ao lhe examinar o conteúdo: eram pérolas!

Que ironia!, pensou o infeliz. Estou a sucumbir de fome e só o que encontro são pérolas que de nada me servem.

Por ser um homem de fé, o viajante não se desesperou e ali mesmo orou fervorosamente ao Criador, pedindo ajuda.

Mal se haviam escoado alguns minutos, quando ele ouviu o galope apressado de um cavalo.

Logo se viu frente a frente com um cavaleiro nervoso e inquieto. Era o dono das pérolas.

Percebendo que o outro encontrara o tesouro, tomou-se de alegria.

Como reconhecimento, deu-lhe a comer das provisões que trazia consigo. Na seqüência, convidou-o a montar seu próprio animal e o conduziu até o termo da sua viagem, evitando que o viajante tornasse a se perder.

Quando se despediram, o cavaleiro falou ao viajante:

Percebe como a Divina Providência agiu? No primeiro momento, tive como uma grande desgraça a perda das minhas pérolas.

Contudo, nada mais oportuno. Retornando para as procurar cheguei a tempo de lhe socorrer.

Por meios aparentemente singelos, Deus nos livra, às vezes, de grandes flagelos.

* * *

Em tempo algum as coletividades humanas deixaram de receber a sublime colaboração dos Enviados de Deus, na solução dos grandes problemas do Mundo.

Os Enviados pela Providência Divina à Terra agem nos campos das ciências, da filosofia, da literatura, das artes, das religiões, da política, isto é, em todos os campos.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. A obra da Providência, do livro Lendas do céu e da terra, ed. Melhoramentos e na perg. 280 do livro O consolador, pelo Espírito Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. Feb.